Atenção ao presente e ao futuro dos alunos

31 de maio de 2017, categoria: Coluna/Educação em pauta/

A diretora pedagógica do Colégio Marco Polo, Claudia Vieira, junto com a coordenação, está atenta em responder às expectativas dos pais e professores sobre o os desafios cotidianos impostos aos alunos. Frente aos temas que envolvem as crianças e os jovens, como o bullying, a fragilidade às mensagens da internet e as perspectivas de futuro, foi proposto um ciclo de encontros para abordar de forma firme, porém tranquila, os assuntos que já estão no cotidiano, para ministrar os encontros foi selecionado o profissional Lucas Dolwitsch, coach de alta performance formado pela Febracis (Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico). Durante sua passagem pelo Colégio, foram realizadas três palestras, adequadas à faixa etária dos alunos, com o intuito de questionar e motivar à ação positiva.

Segundo a Diretora Pedagógica “A instituição já tem como rotina propiciar momentos que trabalhem e esclareçam temas polêmicos que, porventura surjam ao longo do ano letivo ou mesmo os assuntos que necessitem acompanhamento constante. Dessa forma, tem-se por hábito convidar profissionais externos para reforçar o que já é trabalhado na disciplina de Ética e Cidadania (5º ao 9º ano/EF), bem como em Filosofia e Sociologia (EM).”.

No relato sobre sua atuação junto aos estudantes, o coach indicou as principais abordagens: Começando pelo 5º, 6º e 7º ano, abordei sobre Bullying, com a ideia de chamar atenção sobre a qualidade de relacionamento que eles estão tendo tanto na escola e com sua família. Pois muitas vezes somos feridos com atos e palavras, acabamos nos fechando para a dor e levando isso a diante, levando criticas e espalhando maldades, e isso fica da vez mais comum principalmente na juventude. Nas turmas de 8º e 9º o tema abordado foi uma ideia sobre o futuro… Trouxe reflexões sobre o valor de viver no presente uma vida com sentido, entendendo que viver sem pensar nas consequências das suas ações levaria para um futuro que talvez eles nunca tivessem parado para pensar. Levantei sobre o uso de álcool, conteúdo inadequado em grupos de whatsapp, exposição nas redes sociais e o fato de “ficar” com muitas pessoas, fiz com que olhassem para um futuro vivenciando o reflexo dessas ações que estavam tendo no presente. Também foi abordado sobre foco, felicidade e gratidão, esses três temas somados com a ideia de não precisar provar nada a ninguém para ser feliz de fato, olhar mais para dentro de si e menos para o outro, colocando menos dificuldades para ser feliz de fato. Nas turmas de Ensino médio, o tema abordado foi também sobre o futuro, voltado à parte profissional e pessoal. Coloquei durante a palestra a importância sobre ter clareza do futuro, sobre realmente viver no presente de forma consciente afim de escrever um futuro promissor. Fiz entender sobre a responsabilidade que cada um tinha sobre sua própria vida…”

O balanço da Diretora foi de resultado positivo, observado na participação dos alunos, interessados em questionar e expor suas opiniões. Segundo Cláudia, “Percebe-se que é necessário propiciar, sempre que possível, estes momentos.